segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Certificado energético passa a ser obrigatório

A partir do passado dia 1 de dezembro, quem publicitar a venda ou arrendamento de uma casa que não tenha certificado de eficiência energética, pode estar sujeito a uma multa de 250 (particulares) a 45.000 euros (coletivos).

A medida abrange anúncios online, jornais, ou mediação por imobiliárias, documento pelo qual os proprietários têm que desembolsar cerca de 200 euros, consoante o imóvel.

Para a APEMIP – Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal, a medida é desadequada, e muitos dos proprietários terão dificuldades a cumprir com a lei.


Fonte: VI