segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

Engel & Völkers reforça negócio em Portugal

Em 2013, o Grupo alemão Engel & Völkers, uma redes de agências imobiliárias especializada no setor de luxo, incrementou significativamente as vendas em Portugal, tendo conseguido praticamente duplicar os resultados.

Os números alcançados superam o expectável no atual cenário económico.

No total das quatro lojas a operar em território nacional, o volume de comissões registou um total de 1,1 milhões de euros (2012: 585,3 mil euros), o que se traduz num aumento na ordem dos 97%, comparativamente aos dados de 2012.

O preço médio de venda dos imóveis rondou um milhão de euros, um aumento de 51%, comparativamente ao ano transato. A par dos bons resultados na venda de imóveis premium, a Engel & Völkers registou uma subida de 18,5% de arrendamentos de luxo, em relação a 2012. O preço médio de arrendamento em 2013 ultrapassou ligeiramente os 1500 euros mensais, mais 2,3% do que no ano anterior.

Para estes resultados, terá contribuído o crescente interesse de compradores estrangeiros, aliado à tendência de estabilização dos preços e aos programas de benefícios fiscais e vistos criados. Este contexto originou um maior nível de confiança no mercado imobiliário de luxo, levando ao aumento das consultas de potenciais compradores e, consequentemente, de concretizações de negócios.

O resultado foi um incremento de 50% do número de imóveis vendidos, bem como uma tendência generalizada de subida do volume de vendas na grande maioria das lojas do Grupo em Portugal. A estes fatores junta-se também o potencial turístico do País e das cidades que estão a criar oportunidades que interessa aproveitar. O mercado de investimento tem já uma clara consciência da relação preço/qualidade do imobiliário português, sendo por isso muito atrativo.

Os bons resultados vêm reforçar o entusiasmo na estratégia de expansão da marca alemã em Portugal, que prevê abrir 40 lojas no nosso país até 2018. «A redefinição de objetivos de crescimento da Engel & Völkers em Portugal tem revelado bons resultados. Temos já novas lojas que abrirão muito em breve», afirma David Scheffler, Diretor de Expansão da Engel & Völkers.

O desenvolvimento consistente da marca em mercados chave tem sido estimulado pela significativa recuperação económica do setor imobiliário a nível internacional e trouxe novos números recorde ao Grupo em 2013.

Grupo atinge resultado histórico. No mundo, os resultados do Grupo Engel & Völkers marcam mais um recorde em 35 anos de história da Companhia. As receitas de comissão do Grupo aumentaram 18,2% nos últimos 12 meses, para 272,9 milhões de euros (2012: 230,8 milhões de euros). O acentuado crescimento do Grupo nos mercados internacionais terá sido o impulsionador deste resultado inédito. Fora da Alemanha, as receitas de comissões do Grupo registaram aumentos de 28,3%, tendo chegado aos 104,0 milhões de euros (2012: 81,0 milhões de euros).

A divisão Comercial também alcançou uma excecional taxa de crescimento, um aumento das receitas de 29,8%, para 66,8 milhões de euros (2012: 51,5 milhões de euros) garantindo o melhor resultado para esta divisão na história da empresa. Por seu turno, a divisão Residencial na Alemanha também contribui significativamente para o bom resultado financeiro, tendo gerado mais de um terço das receitas de comissões do total do Grupo. 

«Embora a presença da marca abranja praticamente toda a Alemanha, deixando pouco espaço para expansão, ainda conseguimos reforçar a nossa já forte posição no mercado e exceder, pela primeira vez, a marca de 100 milhões de euros em 2013», sublinha Christian Völkers, CEO da Engel & Völkers AG. Na Alemanha, as lojas de imóveis residenciais, mais de 200 no total, aumentaram as suas receitas de comissões Grupo em 3,9%, com uma receita de 102,1 milhões de euros (2012: 98,3 milhões de euros).

Novo conceito de Metropolitan Market Center: um sucesso. Em 2013, a Companhia deu especial atenção ao estabelecimento e expansão da marca em Espanha e noutros países. Um novo conceito foi implementado pela primeira vez na primavera de 2013, com a inauguração do primeiro Metropolitan Market Center (MMC), em Barcelona.

O MMC é uma loja urbana, emblemática, com um conceito diferenciador onde centenas de trabalhadores operam os mercados locais. Este novo conceito contribuiu para o aumento de 50% nas receitas de comissões do Grupo Engel & Völkers em Espanha durante o ano passado.

O crescimento substancial também foi registado pela insígnia alemã no continente americano, onde os mercados imobiliários desenvolveram mais uma vez um forte crescimento. Em 2013, as receitas de comissão do Grupo aumentaram 51% nos Estados Unidos e 54 % na América do Sul.

Fonte: Engel & Völkers