segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Plano B faz balanço positivo de 2013

A Plano B faz um balanço positivo de 2013, "tendo superado todas as expectativas e afirmado a sua posição no setor da mediação imobiliária graças ao crescimento de 70% nos serviços de gestão de arrendamento".

Para a Plano B, "2013 foi um ano bastante positivo tendo atingido todos os objetivos com números que superam o expectável em tempos de crise. A nível de gestão de arrendamento a empresa registou um crescimento de 70% com média mensal de 90 negócios fechados na rede".

"Os números são prometedores e elevam a fasquia para 2014. A abertura de três novas agências a nível nacional trouxe à empresa novos desafios: só no ano transato a Plano B preencheu várias vagas de emprego, contratando 45 novos agentes comerciais para fazer face ao volume de negócio. Também o modelo de gestão de arrendamento revelou-se funcional, valendo à empresa uma média de 800 imóveis promovidos para arrendamento por mês e, também, uma média mensal de 600 novos contactos de clientes na rede.

2013 foi também um ano de aposta na inovação para a Plano B. O seu novo produto “Renda Segura” garante aos proprietários uma maior segurança no arrendamento a preços bastante competitivos. Fruto de uma parceria consolidada entre a Plano B e uma reconhecida seguradora, a “Renda Segura” garante, entre outras coisas, resposta ao incumprimento do inquilino, cobertura até 12 meses de rendas, reembolso de renda até 3.000€ mensais e seguro contra atos de vandalismo nas instalações do imóvel causado pelo inquilino até 3.000,00€.

Para 2014 a empresa já definiu os objetivos que espera ver cumpridos atendendo ao sucesso do ano transato. A Plano B espera consolidar o crescimento da rede com a abertura de mais agências em Lisboa – uma zona territorial com elevado potencial de arrendamento – divulgando a marca e o conceito de gestão de arrendamento de forma mais agressiva junto dos consumidores. Fora da zona de Lisboa a empresa pretende ainda inaugurar agências na linha de Sintra e linha de Cascais, pretendendo também duplicar o número de Agentes Comerciais para responder positivamente ao volume de negócio esperado.

Fonte: Plano B