segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Venda de casas de luxo fez o fisco esquecer a crise

A receita do imposto municipal sobre transmissões (IMT), que estava em queda há cinco anos consecutivos, aumentou cinco milhões de euros em 2013, apesar de uma quebra de 20% na venda de casas em Portugal.

A explicação para Luís Lima, presidente da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), está, sobretudo, nos “vistos dourados”, ou golden visa, e no regime de isenção de IRS para os reformados estrangeiros, que têm dinamizado a venda de casas de luxo, bem mais caras.

No ano passado, as vendas de imóveis renderam aos cofres do Estado um total de 390,2 milhões de euros de IMT. Ainda é menos de metade do que a receita arrecadada em 2007 (ano em que se registou um “pico” de 933 milhões), mas é também a primeira vez desde que estalou a crise financeira que a receita deste imposto não caiu.


Fonte: Dinheiro Vivo