quinta-feira, 24 de abril de 2014

Construtoras adaptam atividade à reabilitação

Numa altura em que a construção é um dos setores mais fustigados pela crise desde 2008, as empresas da área vão-se adaptando a novos mercados, como o da reabilitação, que tem funcionado como “balão de oxigénio” do setor.

A fileira continua a sofrer as consequências da conjuntura, mas há empresas que vão dando a volta diversificando, como a LivePlace by Palegessos ou a Pregaia.

Ambas vencedoras dos últimos Prémios Inovação 2014, as empresas estiveram à conversa com um dos jurados dos prémios, José de Matos, presidente da Associação Portuguesa dos Comerciantes de Materiais de Construção, que comentou que «não cruzar os braços e esmiuçar o que ainda há para explorar» no mercado são fatores determinantes para salvar as empresas. Um dos critérios para atribuição destes prémios, iniciativa do jornal Construir e da revista Anteprojetos.


Fonte: VI