terça-feira, 29 de abril de 2014

Reabilitação e arrendamento para “salvar” o imobiliário

Numa altura em que o setor imobiliário português se encontra em profunda crise, fatores como a necessidade de população nas cidades, volatilidade do emprego e famílias monoparentais justificam uma aposta do setor na reabilitação e no arrendamento urbanos.

Já é bastante consensual que o futuro do imobiliário tem que passar pela reabilitação urbana e pelo arrendamento, criando uma nova dinâmica que responda às necessidades das famílias. E esta foi uma das principais conclusões do recente seminário organizado pelo Montepio, «A Recuperação do Mercado Imobiliário».

José Almeida Guerra, presidente da Rockbuilding, um dos presentes no evento, comentou que «não temos de produzir ‘stock'. Temos de ir onde há procura e produzir o que se vende. É a procura que nos vai comandar, haja imaginação para segui-la».


Fonte: VI