quarta-feira, 21 de maio de 2014

38,3 Milhões de metros quadrados de novos centros comerciais em 2014

De acordo com o novo estudo global publicado pela Cushman & Wakefield (C&W), Global Shopping Centre Development, a tendência na promoção de centros comerciais é positiva em todo o mundo. Apesar de alguns mercados emergentes registarem um abrandamento, entre 2014 e 2016 são esperadas aberturas significativas de centros comerciais em países emergentes como Brasil, Rússia, Índia e China.

Em 2012 e 2013, mais de 1.650 novos centros comerciais foram concluídos nos mercados analisados. Estes imóveis representam 63,9 milhões de metros quadrados de área bruta locável (ABL), 7% do espaço comercial existente. Os EUA, Rússia, Brasil, México, Índia e China foram os países que inauguraram mais centros comerciais. Só no continente americano foram concluídos mais de 1.000 destes centros comerciais.

As aberturas previstas para 2014 totalizam 38,3 milhões m2 divididos por 1.134 novos centros comerciais. A Ásia lidera em termos de ABL, estando prevista a abertura de 22 milhões m2 nesta região. Para os próximos 3 anos, inaugurará mais de 53,3 milhões m2 ABL, quase cinco vezes mais que os EUA, que se segue no ranking.

Relativamente ao investimento global em centros comerciais foi moderado em 2013, e começou forte em 2014 com transações neste setor a totalizar 37,9 mil milhões de dólares no primeiro trimestre. Este valor representa um crescimento de 42% em relação ao mesmo período do ano passado. Os países que lideram esta tendência são os EUA e a Índia.

Portugal. No que se refere a Portugal, desde 2010 que a oferta de centros comerciais no mercado nacional tem vindo a corrigir, adaptando-se à nova realidade deste setor, cujo potencial de crescimento é cada vez mais reduzido. Em 2013 não se verificou nenhuma abertura de centros comerciais e até ao final de 2014 apenas se prevê a expansão do Forum Algarve e a abertura do Alegro Setúbal.

Em construção encontram-se apenas três centros comerciais. O Alegro Setúbal, resultante da expansão do Jumbo de Setúbal e que contará na sua inauguração, prevista para o final de 2014, com uma superfície total de 42.500 m2. O Dolce Vita Braga (42.000 m2) e o Évora Shopping (16.000 m2), ambos nas mãos de bancos nacionais, estão também em condições de abrir brevemente.


Fonte: Cushman & Wakefield