quinta-feira, 22 de maio de 2014

90% dos edifícios licenciados em Lisboa nos últimos dois anos foram para reabilitar

De acordo com a revista Confidencial Imobiliário, tendo por base a informação referente ao licenciamento municipal de obras no município de Lisboa, no conjunto dos últimos dois anos (2012 e 2013), dos 480 projetos licenciados nessa cidade, cerca de 90% foram para reabilitação.

No que concerne o número de fogos, esse peso é de 81% das 2.878 unidades licenciadas no mesmo período. As licenças para reabilitação consideram quer obras realizadas em edificado quer obras de escassa relevância (i.e. obras em edificado cujo alvará possui uma validade até 3 meses).

Estes são dados revelados pela Confidencial Imobiliário, que analisa a informação cedida pela Câmara Municipal de Lisboa referente à emissão de alvarás de construção de projetos imobiliários.

Em 2012 e 2013, a Câmara Municipal de Lisboa licenciou um total de 208 projetos referentes a obras em edificado, os quais totalizavam incluíam 1.210 fogos. Juntavam-se a estes os 1.138 fogos intervencionados no âmbito das 224 obras de escassa relevância para as quais a Câmara Municipal de Lisboa emitiu licença.

No que concerne a construção nova, a autarquia da capital emitiu em 2012 e 2013 licenças para um total de 48 projetos, os quais englobavam 530 novos fogos, o que demonstra a dinâmica da reabilitação urbana na cidade.

Fonte: Ci