quinta-feira, 8 de maio de 2014

Construção olha para a reabilitação urbana como tábua de salvação

O sector de construção civil e obras públicas foi, durante muitos anos, o grande motor da economia portuguesa. Mas nos últimos anos, a queda abruta do investimento público e a redução drástica do crédito bancária, atiraram o sector para a liderança de alguns indicadores, todos eles negativos. A reabilitação urbana, que tem sido acenada como a tábua de salvação desta indústria, tarde em chegar.

A queda da actividade “empurrou” as empresas de maior dimensão para os mercados externos. Já as de média e pequena dimensão, reféns do mercado habitacional e pequenas obras, foram engrossando os números das insolvências e da destruição de emprego.


Fonte: Público