quarta-feira, 18 de junho de 2014

CBRE e JLL anunciam venda dos edifícios da EDP no Marquês de Pombal

A CBRE, em representação do Fundo de Pensões da EDP, e a JLL, em representação do comprador, anunciam a venda de quatro edifícios localizados no Marquês de Pombal à Global Asset Capital, uma firma de investimento global com escritórios nos Estados Unidos e Europa. Esta transação, efetuada em colaboração com a EDP imobiliária, é a maior operação de investimento imobiliário da última década no centro de Lisboa (Central Business District), sendo também a maior transação desde o início do ano em Portugal.

O portefólio de imóveis é composto pelos edifícios localizados na Praça Marquês de Pombal nº 12 e nº13 e Rua Camilo Castelo Branco nº 43 e nº 45, totalizando uma área de cerca de 24.000 m2.

A saída da EDP dos edifícios será feita de forma progressiva para a nova sede e futuro edifício em Cabo Ruivo.

Francisco Horta e Costa, Managing Director da CBRE, comenta: “Esta transação vem demonstrar que o mercado imobiliário está definitivamente a recuperar e que o interesse dos investidores estrangeiros no mercado Português começa a consolidar-se em operações de relevo. Estamos muito orgulhosos de termos estruturado uma operação complexa e absolutamente ímpar no mercado imobiliário nacional, especialmente tendo como cliente uma empresa com o prestígio e dimensão da EDP.”

Fernando Ferreira, Director de Investimento da JLL, assessores da Global Asset Capital, afirma: “a aquisição deste portefólio por parte de um investidor internacional com o perfil da Global Asset Capital vem reforçar o novo enquadramento de Portugal no mercado de investimento imobiliário internacional. Estamos muito satisfeitos por ter prestado um serviço global ao nosso cliente, assegurando o due dilligence comercial, técnico e a negociação dos termos do financiamento, de modo a garantir o sucesso da operação.”

Esta transação representa a 9ª operação de investimento imobiliário registado em 2014, sendo o volume de investimento transaccionado até ao momento de 100 milhões de euros.

Fonte: CBRE e JLL