segunda-feira, 30 de junho de 2014

'O senhorio faleceu e o filho dele pede-me para sair da casa'

Assinei um contrato de arrendamento por 5 anos com um agente imobiliário que me pediu prontamente 2 meses em avanço, uma de depósito e outra de garantia.

O agente entregou-me um pequeno contrato provisório até o definitivo ser elaborado, o que não chegou a acontecer, nem obtive resposta da agência.

Como confiei no senhorio, mudei-me e fiquei na casa 18 meses (com todas as rendas de €400 pagas). O senhorio faleceu e o seu filho pede-me para sair da casa.

Como esperava ficar mais 3 anos e meio, fiz algumas obras (mutuamente acordadas com o senhorio) para usufruto próprio.


Fonte: Visão