quarta-feira, 4 de junho de 2014

Performance dos Fundos Imobiliários portugueses recua no 1º trimestre de 2014

O Índice APFIPP/IPD de Fundos de Investimento Imobiliário Portugueses, recentemente divulgado, revela que os fundos de investimento imobiliário portugueses devolveram um retorno anual de -3,3%, à data de março de 2014.

Os fundos imobiliários portugueses registaram um desempenho abaixo quer do retorno de 20,4% devolvido pelas obrigações (Índice de Retorno das Obrigações do Tesouro com Maturidade de 7-10 anos publicado pela JP Morgan) quer do retorno de 15,2% devolvido pelas ações (MCSI Portugal), em termos anuais (i.e, nos últimos 12 meses terminados março de 2014).

O retorno total, que está num mínimo histórico, recuou 1,7% e 0,3% quando comparado com o retorno anual registado em março de 2013 e dezembro de 2013, respetivamente.

Dada a crescente importância que os Fundos de Investimento Imobiliário de Arrendamento Habitacional (FIIAH) têm vindo a conquistar na indústria portuguesa de fundos imobiliários, o índice referente aos fundos imobiliários fechados foi agora dividido em dois novos índices: um índice de fundos fechados que inclui os FIIAH e um que reúne todos os outros fundos fechados.

António Gil Machado, Vice Presidente, IPD Portugal e Brasil, refere: “Os Fundos de Investimento de Arrendamento Habitacional têm ganho um relevo significativo em volume de ativos sob gestão e representam um novo momento para a Indústria. É assim, um passo importante para a visibilidade deste novo instrumento ter, pela primeira vez, um Índice que reflete a sua performance.

O declínio da performance foi observado em todas a categorias. Nos FIIAH, o retorno anual foi de -2,2% em março de 2014, seguindo-se os fundos abertos, com um retorno total de -2,6% no mesmo período, o que refletiu quedas de 141 e 195 pontos base, respetivamente, face aos retornos registados no 1º trimestre de 2013.

Os fundos fechados (excluindo os FIIAH), apesar de uma menor correção do que os outros dois tipos de fundos (120 pontos base), registaram o retorno anual total mais baixo, nos -5,6%.

O Índice APFIPP/IPD de Fundos de Investimento Imobiliário Portugueses é patrocinado pela PwC e integra 12 fundos abertos e 27 fundos fechados (incluindo 7 FIIAH), com um valor total de ativos sob gestão de €6.9 mil milhões no final do 1º trimestre de 2014.

Fonte: IPD