segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Cristina Arouca: 'O mercado de investimento parece definitivamente ter recuperado'

Segundo o mais recente estudo da CBRE, a atividade de investimento em imobiliário comercial na Europa totalizou 44 mil milhões de euros durante o segundo trimestre de 2014, refletindo uma subida de 28% face a período homólogo de 2013 e um aumento de 10% em relação ao primeiro trimestre de 2014. Excetuando o excecional quarto trimestre de 2013 e o quarto trimestre de 2012, o segundo trimestre de 2014 regista o maior investimento desde 2007.

Cristina Arouca, Diretora de Research e Consultoria da CBRE Portugal, comenta: “O mercado de investimento parece definitivamente ter recuperado. O crescente interesse por parte de players internacionais, revelado desde o início da segunda metade de 2013, intensificou-se este ano com vários investidores de diferentes países a demonstrar interesse na aquisição de ativos em Portugal.

A procura mantem-se especialmente forte por ativos prime, nomeadamente escritórios e lojas de rua com contratos seguros, assim como por ativos com boa localização e um forte potencial para acrescentar valor.

O investimento em imobiliário comercial em Portugal ascendeu a 84 milhões de euros no segundo trimestre, resultando num total de 115 milhões para a primeira metade do ano. Destacam-se nesse trimestre a alienação das instalações da EDP no Marquês de Pombal (num total de quatro edifícios) a um investidor americano, e a venda do edifício Duque de Palmela 23, sede de uma firma de advogados, a um investidor asiático. Estes negócios foram assessorados pela CBRE e dizem respeito a edifícios de escritórios localizados no CBD 1.

Existem diversos ativos em oferta e negociações em curso, pelo que prevemos um crescimento no volume de investimento nos próximos trimestres, que poderá resultar num investimento superior a 600 milhões de euros, ou seja mais do dobro do registado no ano passado.”

Continuar a ler...
Fonte: CBRE