segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Algarve aposta no turismo residencial para impulsionar economia

O aumento de residentes estrangeiros no Algarve pode ajudar a pôr "a economia a rodar", segundo a Região de Turismo, que vai reforçar a promoção do turismo residencial, segmento em que a região tem um peso de 70%.

Os dados do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras indicam que o distrito de Faro tem atualmente perto de 59 mil residentes estrangeiros, cerca de 13% da população residente na região.

À Lusa, o presidente da Região de Turismo do Algarve, Desidério Silva, explicou que o turismo residencial não pode ser visto apenas enquanto motor da atividade imobiliária porque a presença de novos residentes permite criar mais negócio, mais emprego e traduz-se também em mais receitas para as autarquias.


Fonte: CM