quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Baixa do Porto atinge 80 milhões de euros de transações de imóveis

Foi hoje apresentado o novo Observatório da Reabilitação Urbana da Baixa do Porto, uma iniciativa conjunta da Porto Vivo, SRU e da revista Confidencial Imobiliário. A apresentação teve lugar na Conferência “10 Anos da Porto Vivo, SRU – Uma década de uma nova intervenção no Centro Histórico do Porto”, integrada na Semana da Reabilitação Urbana Porto 2014.

O Observatório tem por missão a produção contínua de dados de monitorização da atividade de investimento e de reabilitação na zona histórica do Porto, tendo como objetivo principal a sua difusão pelos operadores de mercado, nacionais e internacionais, tendo em vista a atração de investimento.

Entre os vários indicadores que serão lançados, um dos novos conteúdos a produzir pelo Observatório será um índice de preços de imobiliário específico da zona histórica do Porto, captando a dinâmica de valorização desse mercado e respondendo às necessidades de informação de quem aí investe.

Os primeiros dados apurados, decorrentes de uma primeira exploração da informação disponível, apontam para um forte robustecimento do ritmo de investimento e reabilitação na Baixa do Porto. Só nos primeiros nove meses de 2014, foram lançadas 115 novas obras de reabilitação nesta zona, superando em 88% o total de obras lançadas em 2013.

O mesmo tipo de sinal é dado pelas transações a título oneroso entre particulares, de terrenos, edifícios ou frações, captadas através do tratamento da informação dos direitos de preferência em que a Porto Vivo, SRU, enquanto entidade gestora de Áreas de Reabilitação Urbana, conforme art.º 58 do DL 307/2009 de 23 de Outubro, alterado pela Lei 32/1012 de 14 de Agosto, tem intervenção. Em 2014 antecipa-se que o volume de investimento imobiliário supere os 80 milhões de euros, quase duplicando face aos 44 milhões alcançados em 2013.

A produção destes dados é assegurada pela Confidencial Imobiliário, que é uma revista independente especializada na conceção e difusão de indicadores estatísticos sobre o setor.

Para Álvaro Santos, Presidente Executivo da Porto Vivo,SRU, «o Observatório é mais uma ferramenta que a Porto Vivo, SRU quer pôr à disposição do mercado, facilitando a sua dinâmica e alavancando a promoção de negócios que levem à reabilitação de mais edifícios, à atração de mais residentes, de mais atividade e, por consequência, de mais emprego para o Centro Histórico e para a Baixa do Porto».

Por sua vez Ricardo Guimarães, Diretor da Confidencial Imobiliário, comenta que «esta é uma iniciativa que vem em linha com o papel da Confidencial Imobiliário, enquanto produtor de indicadores de mercado, essenciais para que as decisões sobre investimentos se enquadrem em dados atuais e independentes e, dessa forma, sejam racionais e sustentadas». No caso da informação já produzida pelo Observatório, Ricardo Guimarães entende que «se trata de um claro sinal da reorientação do mercado para os centros históricos das cidades, apostando no seu valor intrínseco e na sua interligação com setores dinâmicos, como o turismo. O Porto, claramente, tem ganho protagonismo enquanto destino de investimento».

Os dados do Observatório serão difundidos através dos portais da Porto Vivo e da Confidencial Imobiliário.

Fonte: Ci / Porto Vivo SRU