sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Casas na zona histórica do Porto apresentam os preços médios de venda mais elevados da cidade

O SIR – Sistema de Informação Residencial para a Área Metropolitana do Porto (AM Porto), revela que o Núcleo Histórico do Porto foi a zona que apresentou o preço médio de venda mais elevado na cidade no 1º trimestre de 2014, atingindo os 1.748 €/m2.

As vendas realizadas pelas empresas que integram a pool SIR-AM Porto mostram que a procura nesta zona se dirigiu essencialmente para habitações novas e de pequena dimensão, nomeadamente de tipologias T1 ou inferior.

A par do Núcleo Histórico, as zonas de Cedofeita, Paranhos e Ramalde foram as zonas que concentraram a maioria das vendas reportadas ao SIR na cidade do Porto entre o 2º trimestre de 2013 e o 1º trimestre de 2014.

Nestas restantes 3 zonas, a procura dirigiu-se sobretudo para casas usadas e de tipologia T2 e T3, à exceção de Paranhos, onde as tipologias mais pretendidas foram sobretudo T1 ou inferior. Em termos de preços, no 1º trimestre de 2014, Cedofeita e Paranhos apresentaram preços médios de venda de 862€/m2 e de 877€/m2, respetivamente, enquanto que em Ramalde os preços médios de venda se fixaram em 957€/m2.

No concelho do Porto, o tempo médio que uma casa demora a ser vendida agravou-se em 2 meses entre o 2º trimestre de 2013 e o 1º trimestre de 2014, atingindo agora os 12 meses. Quanto às quatros zonas que concentraram a maioria das vendas realizadas, é no Núcleo Histórico que as casas demoram mais tempo a serem vendidas, atingindo no 1º trimestre de 2014 os 17 meses. Em Cedofeita esse tempo é agora de 14 meses, enquanto que nas zonas de Paranhos e Ramalde esse indicador foi de, respetivamente, 8 e 6 meses.

Fonte: Ci