segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Engel & Völkers realizou o seu 1º roadshow

O Grupo alemão Engel & Völkers realizou o primeiro roadshow da marca em Portugal. A iniciativa recolheu cerca de duas dezenas de inscrições «um sucesso, considerando a dimensão do país e o facto de ser a primeira apresentação da marca nestes moldes em Portugal», afirma Ignacio Fiter Diretor de Expansão Ibérica "desta rede imobiliária de luxo".

A iniciativa realizou-se no passado dia 20 de novembro, "no âmbito do plano de expansão da rede Engel & Völkers em Portugal, para apresentar a marca a investidores, empresários e potenciais franchisados. Os interessados, maioritariamente portugueses, deslocaram-se de Norte a Sul, incluindo alguns estrangeiros residentes no Algarve. Vários franchisados com lojas abertas em Portugal deram o seu testemunho sobre a experiência de trabalhar com a Engel & Völkers".

«O grande interesse demonstrado e a participação, tanto dos potenciais como dos atuais franchisados, deixam-nos muito satisfeitos e confiantes no crescimento da marca em Portugal», afirma Ignacio Fiter. Face ao êxito da iniciativa, a marca prevê realizar três novas edições em 2015, nomeadamente em Vilamoura, Lagos e Coimbra, em data a anunciar.

Perseguindo o objetivo de alargar a rede em Portugal, a Engel & Völkers tem licenças disponíveis para o Algarve, nomeadamente Albufeira, Faro, Lagos, Portimão e Vilamoura, e ainda para o Norte e Centro do país – Braga, Porto, Aveiro, Coimbra e Oeiras. Recorde-se que recentemente a marca assinou contrato para a abertura da primeira loja em Sintra, já depois de ter assinado antes do verão a primeira licença para o Porto.

Perspetivas para o final do ano. O crescimento no volume de negócios da Engel & Völkers em Portugal tem motivado o alargamento da rede e a atração de novos franchisados. As perspetivas da Engel & Völkers quanto ao mercado imobiliário residencial de luxo são muito positivas. Segundo Ignacio Fiter, até ao final deste ano, a Engel & Völkers prevê para Portugal um volume de negócios de aproximadamente 28 a 30 milhões de euros.

Este ano, a Engel & Völkers está a registar, ao nível da Península Ibérica, um incremento superior a 30%, comparativamente ao ano passado. «O franchising Engel & Völkers é um negócio muito rentável para os investidores que queiram desenvolver a sua atividade empresarial no mundo imobiliário.», afirma Ignacio Fiter. Os franchisados, além do apoio de toda a rede, beneficiam, desde o início, do prestígio e da importância de uma marca global, além de poderem aconselhar aos seus clientes uma seleção de propriedades premium.

Fonte: Engel & Völkers