quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Encargos com crédito-habitação mantêm-se com deduções autonómas para o IRS

Afinal, as despesas de educação, de saúde, os encargos com imóveis (rendas e juros do crédito à habitação, nos contratos celebrados até 2011) e as despesas com lares contam para as deduções no IRS de forma autónoma, sendo estabelecido um tecto global que varia em função do nível de rendimento.

Segundo o jornal Público desta quarta-feira, «em pouco mais de um mês, «há uma nova reviravolta na reforma do IRS».


Fonte: DD