quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

C&W e CBRE colocam Makalos no edifício Art’s Business

A Cushman & Wakefield (C&W) e CBRE anunciaram a recente colocação da Makalos no edifício Art’s Business & Hotel Centre, no Parque das Nações em Lisboa.

A sede da operadora sueca de call centres ocupa 425 m2 no 4º piso do referido edifício tendo uma equipa especializada e com recursos linguísticos para os países oriundos do denominado mercado nórdico.

A CBRE que apresentou o edifício Art’s à Makalos e a C&W que representou o proprietário do imóvel Credit Suisse, foram as consultoras responsáveis por esta operação de arrendamento.

Segundo João Pereira, consultor coordenador sénior do departamento de escritórios dada CBRE “Ficamos satisfeitos por assessorar a entrada de mais uma nova empresa em Portugal e assim contribuir para um clima de maior confiança na retoma do mercado. O edifício Art’s e os amplos serviços de apoio que a zona do Parque das Nações oferece, corresponderam plenamente aos requisitos e expectativas da Makalos”.

De acordo com Amilcar Marques da Silva, associate, do departamento de escritórios da Cushman & Wakefield, “o edifício Art’s representa a epitome da flexibilidade, eficiência, condições técnicas e imagem corporativa dentro da zona do Parque das Nações, e por esse motivo conseguiu ir de encontro às elevadas expectativas de uma multinacional como a Makalos”.

O edifício Art’s, comercializado e gerido em exclusivo pela Cushman & Wakefield, situa-se em plena Avenida D. João II e é um dos edifícios mais emblemáticos do Parque das Nações, tendo-lhe sido atribuído um Prémio Valmor de Arquitetura.

Concebido pelo gabinete Frederico Valsassina Arquitetos, o edifício conta com 24.000 m2 de escritórios divididos em 4 blocos interligados entre si. As áreas disponíveis de escritórios por piso vão de 429 a 3.191 m2.

Fonte: Cushman & Wakefield (C&W) e CBRE