sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

C&W Portugal reforça a sua presença no retalho de luxo internacional

A Cushman & Wakefield (C&W) anunciou a integração de Sandra Campos, partner e diretora do departamento de retalho da consultora, no grupo internacional da C&W dedicado ao retalho de luxo.

Deste grupo restrito de trabalho fazem parte responsáveis das áreas de retalho de Itália, França, Reino Unido, Espanha, Benelux, Alemanha e a partir de agora Portugal.

O objetivo desta equipa internacional é compreender as necessidades específicas dos retalhistas deste segmento, quer seja em termos de localização e dimensão, ou dos demais requisitos, uma vez que estes operadores se regem por padrões muito exclusivos no que toca à eleição do espaço onde vão operar.


“A entrada de Portugal no grupo europeu de retalho de luxo da Cushman & Wakefield EMEA vem na sequência do crescente sucesso deste segmento no nosso mercado verificado nos últimos anos e do importante envolvimento da nossa equipa no mesmo. A Avenida da Liberdade em Lisboa tornou-se num dos principais destinos de compras de gama alta da Europa, contando já com grande parte das marcas globais de luxo, sendo procurada tanto por clientes nacionais como estrangeiros. Esta nomeação é um claro reconhecimento do importante trabalho que temos vindo a desenvolver nesta área”, comenta Sandra Campos.

A Avenida da Liberdade conta atualmente com um total de operadores múltiplos e internacionais cuja área de venda ascende a mais de 18.000 m2, dos quais cerca de 80% são marcas internacionais.

Da oferta atual de luxo, a Cushman & Wakefield foi responsável pela colocação de nomes como Cos, Juliana Herc, Hackett London, Cartier, Boutique dos Relógios Plus, Longchamp, Louis Vuitton, Michael Kors, Carolina Herrera, Aristocrazy, entre outras, e ainda da segunda loja da Hugo Boss e da recolocação da Ermenegildo Zegna.

Fonte: Cushman & Wakefield