segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Câmara prepara-se para facilitar a vida a grandes promotores imobiliários

Milhões de euros poderão deixar de entrar anualmente nos cofres da Câmara de Lisboa, se o PS conseguir que a Assembleia Municipal aprove uma alteração à fórmula de cálculo das compensações devidas ao município em determinadas operações urbanísticas de grandes dimensões.

A lei obriga os promotores a cederem gratuitamente às autarquias determinadas áreas de terreno, para espaços verdes e equipamentos colectivos, mas em certos casos essas cedências podem ser substituídas por compensações em dinheiro.


Fonte: Público