terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

JLL e CBRE anunciam venda de quatro edifícios na Avenida da Liberdade

A JLL e a CBRE foram as consultoras imobiliárias responsáveis pela venda de quatro edifícios contíguos propriedade do Novo Banco, situados na Avenida da Liberdade e na Rua Rosa Araújo, a um investidor institucional estrangeiro.

O conjunto de quatro imóveis, que perfazem meio quarteirão, localizam-se na Avenida da Liberdade 203, Rua Rosa Araújo 23, Rua Rosa Araújo 25-31 e Rua Rosa Araújo 33-35. Três dos edifícios datam do século XIX, sendo o quarto imóvel dos anos oitenta.

Os imóveis ocupam grande parte do remanescente do quarteirão, e têm um projeto licenciado que prevê um total de 10.300 m2, destinados a escritórios, com espaços de retail nos pisos térreos.

Localizado na mais prestigiada artéria de Lisboa – Avenida da Liberdade – este conjunto de imóveis representa uma das mais apetecíveis oportunidades de reabilitação com escala significativa nesta zona nobre da cidade, que beneficia de todas as comodidades e serviços existentes, excelente rede de transportes e uma oferta alargada de marcas de luxo.

Para Francisco Sottomayor, Diretor de Promoção da CBRE, “o volume e a qualidade das propostas recebidas para este portfólio é um sinal claro de que o mercado de promoção imobiliária no segmento prime está numa fase extremamente dinâmica e que o interesse dos investidores estrangeiros no mercado Português, nomeadamente em projetos de reabilitação urbana, é uma realidade que veio para ficar. Estamos muito satisfeitos por realizar esta venda no prazo record de apenas dois meses, o que demonstra bem o apetite dos investidores por produto imobiliário na Avenida da Liberdade, que é cada vez mais escasso”.

Tiago Girão, Urban Development da JLL afirma que “os resultados alcançados só foram possíveis através de um processo de venda estruturado que permitiu captar a atenção de um conjunto vasto de investidores. O apetite crescente por parte de investidores internacionais por este segmento de mercado da promoção imobiliária, e especialmente em imóveis para reabilitação, é também bem evidente no número de novos players que estão a entrar neste mercado, os quais a JLL está a acompanhar".

Fonte: JLL | CBRE