sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Terrenos por cadastrar podem ficar na posse do Estado

Terrenos abandonados, proprietários desconhecidos ou que já morreram, herdeiros que não conhecem os limites dos prédios - é este o cenário que se vê em muitos pontos do país. Em alguns casos “as terras que não forem identificadas podem reverter a favor do Estado”, antecipa a Associação Florestal Beira Serra. Neste contexto, o Governo escolheu sete municípios como teste de operações de cadastro. Um projeto que deverá estar concluído até final deste ano.

Paredes, Penafiel, Oliveira do Hospital, Seia, Tavira, São Brás de Alportel e Loulé foram os sete concelhos escolhidos para a realização de uma operação de cadastro predial, no âmbito do projeto Sistema Nacional de Exploração e Gestão de Informação Cadastral (SiNErGIC), da responsabilidade da Direção-Geral do Território (DGT).