quarta-feira, 25 de março de 2015

A rota do imobiliário no mapa da internacionalização

No mapa mundo dos nossos negócios podemos traçar, a unir os destinos ou mercados que procuram as nossas ofertas, todas as linhas que imaginemos possam ser as das rotas que nos interessa promover. Mas para que este encontro entre a nossa oferta e a procura interessada possa acontecer, para que seja possível concretizar o momento do negócio que perseguimos num encontro entre quem, de muito longe, procura o que temos para oferecer, é preciso desenvolver uma forte e eficaz diplomacia económica.

É preciso conhecer quem é quem do lado da procura, que entidades destes mercados têm uma palavra a dizer no fluxo dos investimentos que tudo isto gera, e apreender, com uma abertura de espírito nem sempre fácil, o que motiva essa mesma procura, para lá do próprio sentido do lucro de todo o investimento, bem como a própria sensibilidade das pessoas que protagonizam este interesse em investir no nosso imobiliário, especialmente quando vêm de culturas diferentes das ocidentais.


Fonte: Jornal i