quarta-feira, 25 de março de 2015

Estradas de Portugal desiste de vender sede

A Estradas de Portugal desistiu, pelo menos para já, de vender a sua sede, um conjunto de três edifícios situados no topo da colina que fica mesmo ao lado das portagens da Ponte 25 de Abril.

Os imóveis estavam à venda há quase sete anos e custariam cerca de 40 milhões de euros, mas não terá sido por falta de compradores ou por não o terem conseguido vender nesse período de tempo que desistiram da operação.

A ideia é agora que os imóveis sejam ocupados pela Infraestruturas de Portugal, a empresa que vai nascer da fusão da Estradas de Portugal com a Refer e que contará com cerca de 750 pessoas.


Fonte: DV