sexta-feira, 20 de março de 2015

RERU pode contribuir para redução de custos na reabilitação

O governo acredita que o Regime Excecional de Reabilitação Urbana (RERU) pode contribuir para reduzir os custos das operações de reabilitação na ordem dos 30 a 40%, esta é a informação avançada por Miguel Castro Neto, secretário de Estado e do Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, ao jornal ionline.

Em causa está o regime excecional e temporário aplicável à reabilitação de edifícios ou de frações, cuja construção tenha sido concluída há pelo menos 30 anos ou localizados em áreas de reabilitação urbana, sempre que se destinem a ser afetos total ou predominantemente ao uso habitacional, Decreto-Lei n.º 53/2014, de 8 de abril. O diploma está em vigor à quase um ano, desde 9 de abril de 2014, e vigorará por mais seis.


Fonte: VI