sexta-feira, 6 de março de 2015

Semana da Reabilitação Urbana volta a ativar Lisboa de 13 a 19 de abril

A II Semana da Reabilitação Urbana de Lisboa já está em plena marcha e tem encontro marcado com a cidade de 13 a 19 de abril. O evento vai voltar a ativar a capital em torno da reabilitação urbana, com um conjunto de iniciativas que pretendem incentivar o debate e dinamizar as vivências em torno deste movimento.

O evento foi ontem publicamente apresentado à cidade numa sessão que teve lugar nos Paços do Concelho.

Presente no evento, Jorge Catarino, Diretor Municipal do Planeamento, Reabilitação e Gestão Urbanística, da Câmara Municipal de Lisboa, destacou que “a Semana da Reabilitação Urbana contribuirá, com toda a certeza, para a concretização de novas parcerias e de mais investimento na área da reabilitação urbana, a qual tem sido uma prioridade estratégica da cidade de Lisboa”.

Arturo Malingre, Diretor da Semana da Reabilitação Urbana, frisou que se pretende “repetir o sucesso do ano anterior e atrair ainda mais pessoas para esta plataforma de partilha de conhecimento sobre a atividade da reabilitação urbana. O objetivo primeiro da Semana da Reabilitação Urbana é contribuir para que este movimento seja uma realidade cada vez mais presente de norte a sul de Portugal”.

Durante a Semana da Reabilitação Urbana Lisboa 2015, que se realiza na capital este ano pela segunda vez, estão previstas diversas ações e eventos, incluindo conferências, tertúlias, workshops e exposições, passeios pedestres e de barco e ainda a entrega do III Prémio Nacional de Reabilitação Urbana. A Sociedade de Geografia de Lisboa, na Rua das Portas de Santo Antão, será o palco das diversas iniciativas realizadas no âmbito da Semana da Reabilitação Urbana além de acolher o espaço da Reabilitação Urbana, que reunirá empresas e entidades atuantes na reabilitação urbana e que pretende ser uma área essencial de networking.

Na agenda de conferências da Semana da Reabilitação Urbana serão debatidos os temas que mais importam na atualidade na área da reabilitação urbana como o incontornável pacote de financiamento comunitário Portugal 2020, o arrendamento, a nova lei dos solos, novos veículos de investimento e o efeito da fiscalidade, energia, turismo e comércio assim como o posicionamento da cidade de Lisboa neste movimento.

Nas atividades paralelas, destacam-se a entrega do III Prémio Nacional de Reabilitação Urbana, no dia 15 de abril no prestigiado Palácio de Queluz; bem como o concorrido workshop de arquitetura e reabilitação urbana para crianças ArchiKidz Lisboa; ou os Passeios da Reabilitação Urbana, que traçam um percurso a pé pelas principais intervenções de reabilitação urbana na cidade.

Este ano, a organização apresenta ainda uma novidade com a realização de passeios de barco no rio Tejo, com o objetivo de ver a reabilitação urbana na cidade de um novo prisma. Além disso, estará ainda integrada na agenda da Semana, a exposição “Santa Casa da Misericórdia de Lisboa – Património com Futuro”, patente na Galeria de Exposições Temporárias da SCML durante os dias do evento.

A Semana da Reabilitação Urbana afirma-se já como o mais importante evento nacional de ativação do movimento de regeneração e renovação urbana e urbanística em Portugal, aglomerando um vasto apoio do setor público e privado, como é uma vez mais patente na nova edição.

As mais importante ordens profissionais, academias e universidades, entidades públicas, associações técnicas e setoriais, além de um leque transversal de empresas dos mais diversos quadrantes de atividade – incluindo banca, consultoria, arquitetura, materiais e equipamentos, construção, entre outros – associam-se uma vez mais à Semana da Reabilitação Urbana, quer enquanto impulsionadores de atividades integradas na agenda quer na qualidade de patrocinadores. O modelo de cooperação com as diversas entidades inclui também a integração na Comissão de Honra da Semana da Reabilitação.

A Semana da Reabilitação Urbana é um evento inteiramente focado na reabilitação urbana em Portugal, agregando dezenas de entidades e especialistas de renome, unidos para promover a partilha de conhecimento e experiência em torno desta atividade. Durante uma semana promove uma completa agenda multidisciplinar, disponibilizando um leque variado de eventos – quase todos de acesso gratuito – direcionados para o público profissional e académico, mas também para o Público em geral, contribuindo para sensibilizar os cidadãos para a importância e urgência da regeneração urbana em Portugal.

Fonte: VI