sexta-feira, 26 de junho de 2015

Fisco cruza dados para dar isenções automáticas no IMI

A partir deste ano, as famílias de rendimentos mais baixos deixam de ter de ir às Finanças pedir a isenção do IMI. O processo passou a ser automático.

Os agregados com um rendimento anual abaixo dos 15.295 euros que tenham um imóvel de valor patrimonial inferior a 66 500 euros estão isentos de pagamento de IMI - Imposto Municipal sobre Imóveis. Antes, o benefício apenas era concedido a quem auferisse por ano até 14 630 euros brutos de rendimento englobáveis para efeitos de IRS. Com a subida do nível de rendimento introduzida em 2015, estima-se que o universo de agregados abrangidos aumente de 300 para 350 mil, segundo uma nota do ministério das Finanças, enviada ao Económico.