segunda-feira, 29 de junho de 2015

Reabilitação urbana com 2.5 mil milhões no Portugal 2020

«No fundo financeiro que vamos agregar, no âmbito do próximo quadro comunitário (Portugal 2020), chegaremos a um montante no valor de 2,5 mil milhões de euros» para a reabilitação urbana, afirmou o Secretário de Estado de Ordenamento do Território e da Conservação da Natureza, Miguel de Castro Neto, na abertura da Semana da Reabilitação Urbana, no Porto.

Acrescentando que haverá também «um novo regulamento [Regime Extraordinário de Apoio à Reabilitação Urbana], a vigorar nos próximos sete anos, que vai diminuir os custos da reabilitação entre 30% e 40%», o Secretário de Estado sublinhou que o objetivo é «democratizar o acesso ao centro das cidades».

«Com esta meta, o Governo tem estado a trabalhar com soluções de financiamento mais atrativas para apoio à reabilitação em centros históricos e zonas degradadas», referiu ainda Miguel de Castro Neto.

Assim, «em 2020, a reabilitação urbana deverá ter um peso de perto de 20% no total da área da construção civil», quando «em 2013, a reabilitação dizia respeito apenas a 10% do setor», afirmou o Secretário de Estado, concluindo: «Importa assumir uma aposta clara no aumento da reabilitação urbana».

Fonte: portugal.gov.pt