segunda-feira, 20 de julho de 2015

Abrandamento na tendência decrescente da atividade de construção

Em 2014 o número de edifícios licenciados em Portugal diminuiu 5,5% face ao ano anterior (-23,2% em 2013), tendo sido licenciados 15 458 edifícios, o que resultou num abrandamento da tendência decrescente que se vem registando desde 2000. O número de fogos licenciados em todos os tipos de obra registou uma diminuição de 1,2% face ao ano anterior (11 455 em 2014 e 11 595 em 2013).

Foram concluídos 14 846 edifícios, correspondendo a um decréscimo de 31,1% em 2014 (-16,9% em 2013). O número de fogos concluídos em 2014 (cerca de 14 mil fogos) registou um decréscimo de 42,3% face ao ano anterior (-29,7% em 2013). Os fogos de construções novas para habitação familiar diminuíram 45,9% (-31,3% em 2013).

A informação relativa às Vendas de alojamentos familiares e ao Índice de preços da habitação, permite concluir que em 2014 se prolongou a dinâmica de crescimento do número de vendas de alojamentos familiares iniciada em 2013: taxa de variação homóloga de +9,8% em 2014 e +6,5% em 2013, face a -18,4% em 2012 e -28,0% em 2011.


Fonte: INE