quarta-feira, 22 de julho de 2015

B. Prime coloca Lock no Edifício Central Park

A consultora B. Prime colocou empresa nacional na área da construção de interiores, no Edifício Central Park, detido por um Fundo de Investimento gerido pela Fundger - Sociedade Gestora de Fundos de Investimento Imobiliário, S.A., que pertence ao Grupo Caixa Geral de Depósitos.

A Lock, empresa nacional na área de construção de interiores, vai ocupar parte do 2.º piso do Edifício 2 do empreendimento Central Park, constituído por um conjunto de 4 edifícios de escritórios no centro de Linda-a-Velha, junto aos acessos da A5.

Este empreendimento, com áreas de cerca de 800 m2 por piso, dispõe de uma galeria comercial no piso térreo e de um parque público.



Como empresa de construção de interiores, a Lock utiliza um conjunto de diversas valências que passam pela planificação e estudo ergonómico espacial, projeto de execução, construção e desenvolvimento de um serviço de pós venda e manutenção “facility management” durante todo o período de vida dos respetivos projetos.

De acordo com Jorge Bota, Managing Partner da B. Prime: ”A B. Prime tem estado particularmente ativa no acompanhamento de empresas que procuram as melhores soluções existentes no mercado, o que vem demonstrar a confiança que depositam em nós, por conseguirmos espaços que se adequam às necessidades dos inquilinos”.

Segundo Pedro Toscano, Administrador da Lock: “No mercado de construção de interiores a otimização do prazo de execução de um projeto é sempre um dos pontos de maior relevância quando o cliente seleciona a empresa com quem pretende trabalhar.

Foi o mesmo princípio de prazo que nos fez escolher a B. Prime para nos assessorar na identificação e negociação dos nossos futuros escritórios.

Sabíamos que o conhecimento de mercado, associado à dedicação e agilidade que lhe são reconhecidas junto dos seus clientes, nos permitiria instalar a nossa empresa dentro dos prazos pretendidos, cumprindo todos os requisitos necessários, num edifício que apresenta uma assinalável versatilidade de áreas, que poderá acompanhar as eventuais necessidades da Lock”.

Fonte: B. Prime