segunda-feira, 3 de agosto de 2015

IMT: a saga continua

Foi aprovada recentemente uma alteração legislativa que adiou o ‘terminus' de vigência do IMT (previsto inicialmente para 2016) estabelecendo um princípio de redução faseada em 2017 (um terço) e em 2018 (dois terços).

Este é mais um folhetim na conturbada história da SISA/IMT. A razão para esta decisão é óbvia: uma eliminação do IMT obrigaria a uma reestruturação integral do modelo de financiamento das autarquias que inevitavelmente não estaria preparada em 2016.