quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Rendas das casas em Lisboa 7,6% mais caras no 1º trimestre

No 1º trimestre de 2015, as rendas contratadas no mercado residencial de Lisboa voltaram a apresentar uma evolução positiva face ao período homólogo, com um crescimento de 7,6%, de acordo com o Índice de Rendas Residenciais da Confidencial Imobiliário, apurado com base no SIR – Sistema de Informação Residencial.

Este resultado vem consolidar a trajetória de crescimento dos valores das rendas praticadas no mercado residencial de Lisboa iniciada no começo de 2014 e que tem ficado marcada pelas variações homólogas positivas e crescentes, salienta a Ci.

Esta análise conclui ainda que o mercado de arrendamento residencial de Lisboa evidencia um comportamento distinto do mercado a nível nacional, o qual, embora permaneça em terreno positivo, dá continuidade à tendência de estabilização nos valores praticados registada ao longo do último ano. Assim, no 1º trimestre de 2015, o Índice de Rendas Residenciais da Ci para Portugal Continental registou uma variação homóloga ténue, de apenas 0,8% face ao 1º trimestre de 2015; e que compara com essa evolução de 7,6% registada no mercado de Lisboa no mesmo período.

Fonte: Ci