segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Procura de casa própria supera sempre o arrendamento

Os portugueses nunca deixaram de sonhar com a compra de casa, mesmo nos últimos anos, quando os bancos colocaram fortes restrições aos interessados na aquisição de habitação. Contudo, esse desejo sempre foi prioritário para a maioria das famílias e a procura pela compra raramente foi suplantada pelo arrendamento, só em meses excecionais.

Mas desde 2014 que a procura pela compra de imóvel voltou a subir claramente. Segundo os Estudos de Mercado da APEMIP, relativamente ao segundo trimestre deste ano - seguindo a tendência de meses anteriores, com a banca a incentivar a concessão de créditos direcionados ao segmento residencial -, verifica-se que cerca de 52% das pesquisas efetuadas foram para a compra de imóvel, enquanto que 44,9% se destinaram ao arrendamento e outras 2,9% tinham em vista uma finalidade diferente.