terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Apoios à reabilitação urbana garantirão investimentos até 3000 milhões

O Conselho de Ministros (CM) aprovou nesta quinta-feira os instrumentos financeiros para a reabilitação urbana e eficiência energética, que agregam apoios de 600 milhões de euros, mas que associados a verbas privadas, com destaque para os empréstimos Banco Europeu de Investimento (BEI) representarão um volume de financiamento de 3000 milhões de euros até 2020.

Os instrumentos financeiros agora aprovados, sustentados no Portugal 2020, permitem disponibilizar até 247 milhões de euros para a reabilitação urbana e 366 milhões de euros para a melhoria da eficiência energética.

Continuar a ler...

Fonte: Público