quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Luís Lima: Este não é o «momento propício» para vender terrenos da Feira Popular de Lisboa

O representante das empresas de mediação imobiliária considerou hoje que este não é o «momento propício» para alienar os terrenos da antiga Feira Popular de Lisboa, enquanto os moradores esperam que a Câmara não ceda aos «interesses» do setor.

«Acho que o momento não é o momento propício [...].É um momento de incerteza política, de algum sobressalto. Os chamados investidores internacionais, até pela dimensão deste investimento, estão um pouco retraídos», afirmou o presidente da Associação dos Profissionais e Empresas de Mediação Imobiliária de Portugal (APEMIP), Luís Lima.