terça-feira, 19 de janeiro de 2016

Reabilitação

Se se mantiver em 2016 a iniciativa de escolher uma palavra como palavra do ano, eu torço para que a palavra reabilitação possa ser a escolhida ou, pelo menos, uma das seleccionadas para a escolha final. Esta iniciativa, da Porto Editora, tem, assumidamente, como principal objetivo “sub-linhar a riqueza lexical e o dinamismo criativo da língua portuguesa” bem como “a importância das palavras e dos seus significados na produção individual e social dos sentidos com que vamos interpretando e construindo a própria vida”.

Neste contexto, sendo a palavra Reabilitação a escolhida, ou pelo menos uma das finalistas para a palavra do ano 2016, isto significará que o nosso imobiliário continuará a impor-se na linha da frente da recuperação económica em curso no país, nomeadamente através deste segmento do mercado imobiliário português que está ancorado na Reabilitação Urbana dos centros das nossas mais históricas cidades.

Haverá - ou é desejável que haja - outras reabilitações que ajudem à escolha da palavra, como seja a reabilitação do nosso empenho colectivo na vida pública, a reabilitação e consolidação da nossa imagem como destino, seguro e apetecível, para muitos investidores estrangeiros e para cidadãos comunitários não residentes habituais ou de países terceiros que nos escolhem para acolher uma casa de férias ou mesmo a nova residência permanente.

Temos condições para tal. Temos bom clima (social, político, meteorológico), temos fama e somos realmente hospitaleiros, sabendo receber e integrar como poucos, e temos muitas cidades, muitas vilas e muitas aldeias repletas de histórias e com História, onde as tradições, enraizadas numa população cujo estilo de vida é autêntico, são um atractivo raro e reconhecido como tal por gente que conhece muito Mundo.

Sabendo recuperar este vasto património imaterial e fazendo-o reabilitando, em simultâneo, o património construído que fomos, quase inevitavelmente, deixando degradar, estaremos a contri-buir fortemente para que a palavra do ano 2016 possa mesmo vir a ser a palavra Reabilitação. Uma palavra sempre e de novo carregada de esperança

Luís Lima

Fonte: Apemip