quinta-feira, 11 de fevereiro de 2016

O que muda no IMI em 2016?

Com uma dinâmica de aumento iniciada em 2012, primeiro com a avaliação geral do património e depois com a extinção da cláusula de salvaguarda no valor de imposto a ser pago em 2015, em 2016 o IMI sofrerá alterações, resultado das medidas tomadas pelo legislador e pelas autarquias.

O impacto do IMI sobre o contribuinte é um reflexo de dois factores: por um lado, a definição do valor do imposto dá-se em função do valor do património imobiliário, sem ter em conta as especificidades de cada sujeito passivo; 

por outro lado, ao ser um imposto local, pode sofrer alterações de acordo com a situação financeira e as necessidades das autarquias. Tendo este contexto como ponto de partida, o IMI referente ao ano fiscal de 2016 resultará da acção de diferentes factores. 

Continuar a ler...

Fonte: Alma