terça-feira, 31 de maio de 2016

Aguiar 84 reforça oferta residencial nas Avenidas Novas de Lisboa

A Avenida António Augusto de Aguiar, que faz a ligação entre a zona do Marquês de Pombal e as Avenidas Novas, em Lisboa, vai receber um novo projeto residencial que recuperará um edifício tradicional de início do século XX, num investimento global de 11 milhões de euros.

Reforçando a oferta de apartamentos premium ao mesmo tempo que contribui para a renovação do tecido urbano desta área, o Aguiar 84 inicia agora o processo de comercialização das suas 19 unidades, disponíveis nas tipologias T1 a T5 e direccionadas quer ao mercado nacional quer internacional.

A dinamização das vendas está a cargo da JLL e da Porta da Frente, em regime de co-exclusividade, de acordo com o mandato atribuído pelo promotor do projeto, a Estoril Real Estate.

Patricia Barão, Head of Residential da JLL, explica que se trata de um “projeto que conjuga elegância, comodidade e modernidade numa localização central, mas que permite, simultaneamente, desfrutar de uma vivência tranquila e bem servida em termos de transportes, serviços e comércio.

É um produto muito apetecível para famílias, quer portuguesas quer estrangeiras com objetivos de primeira ou segunda habitação, devido não só a esta conjugação de tranquilidade e centralidade, mas também à reconfiguração interior de que foi alvo e ao próprio layout dos apartamentos”.

Rafael Ascenso, Sócio Gerente da Porta da Frente|Christie’s, acredita que “a recuperação deste edifício é um marco muito importante no panorama imobiliário desta zona. Não só pela beleza e nobreza da fachada do edifício, mas também pelo cuidado que foi posto na concepção dos espaços, na escolha dos acabamentos e equipamentos destes fantásticos apartamentos. As avenidas novas têm sido a única região de Lisboa que tem acompanhado a dinâmica dos bairros históricos de Lisboa. A procura, tanto externa como interna, tem sido crescente, garantindo um investimento seguro no Aguiar 84”.

Este projecto, cuja construção já se iniciou, resultará da reabilitação do número 84 daquela avenida nobre de Lisboa, intervenção que pressupõe a preservação da traça e da elegante fachada do edifício de início do século XX, onde se destacam as linhas clássicas, as janelas amplas e os varandins, com excelentes vistas nos pisos superiores.

A nível de interiores, todo o projeto resulta de uma reorganização dos espaços, com uma forte aposta na reconfiguração das áreas para ir ao encontro das necessidades das famílias atuais. O reforço das áreas de apoio às zonas de estar e cozinha, espaços sociais de maior dimensão, bem como uma separação clara das zonas privadas, são os principais aspetos diferenciadores da intervenção interior, disponibilizando apartamentos com áreas generosas de 73 a 323 m². Num total de 9 andares, o Aguiar 84 contempla dois apartamentos por piso, com exceção do piso que integra as tipologias T1 e da cobertura, no último andar, que é ocupada na totalidade por um só apartamento. A oferta residencial é ainda servida por 30 lugares de estacionamento.

Fonte: