quarta-feira, 4 de maio de 2016

Grupo Global Media instala-se nas Torres de Lisboa

A B. Prime e a CBRE colocaram o Grupo Global Media na Torre E, no complexo das Torres de Lisboa. Neste negócio a CBRE representou a Global Media Group na procura e identificação da melhor solução imobiliária na concentração das atividades em Lisboa num só edifício. A B. Prime representou o proprietário, do empreendimento.

No decorrer deste ano, este grupo que reúne o Diário de Notícias e o Jornal de Notícias, o desportivo O Jogo, a TSF ou a marca digital de informação económica Dinheiro Vivo vai concentrar todas as suas operações em Lisboa, num único escritório com 5.200m2.

Jorge Bota, Partner da B. Prime refere: “As Torres de Lisboa têm tido uma enorme procura por parte das empresas, que procuram consolidar as suas unidades de negócio num único espaço, que oferece uma excelente qualidade técnica e otimização de instalação.”

André Almada, Diretor Sénior de Agência de Escritórios, Comércio, industrial e Logística, comenta “o grande desafio lançado à CBRE pelo Global Media Group, um grupo de media histórico, foi a consolidação num só espaço de toda a empresa em Lisboa. A imprensa escrita estando localizada em plena Avenida da Liberdade e a TSF encontrando-se na zona oriental de Lisboa.


A eleição das Torres de Lisboa deveu-se às instalações de qualidade, com boas acessibilidades e vasta rede de transportes públicos, associada a uma imagem moderna e de prestígio.”

O empreendimento das Torres de Lisboa concebido pelo Arquiteto Valsassina, próximo do aeroporto internacional de Lisboa, localiza-se numa zona de excecional acessibilidade, com ligação a partir da 2ª circular, Eixo Norte-Sul e Estrada da Luz. Servido por uma rede de transportes, conta também com uma envolvente de grande funcionalidade para os funcionários e visitantes das empresas devido à proximidade de vários Centros Comerciais. As Torres de Lisboa, que atualmente acolhem empresas como a sede da GALP, o BPI, a Mazars e o British Hospital, são um Centro Empresarial servido por uma ponte pedonal e ciclável sobre a 2ª circular com ligação à ciclovia de Telheiras.

As Torres E e G são comercializadas, em regime de co-exclusividade, pela B. Prime e pela Worx.

Fonte: B. Prime e a CBRE