quarta-feira, 11 de maio de 2016

Imobiliárias estimam subida de 40% nas rendas em Lisboa

Proprietários e mediadores imobiliários - nomeadamente a APEMIP, que representa as agências de todo o país, e a ERA, uma das maiores mediadoras do sector -, garantem que os preços das rendas habitacionais em certas zonas de Lisboa dispararam entre 30% a 40%, desde que as plataformas online para reserva de casas começaram a ser mais utilizadas em 2014.

Alfama, Graça, Baixa/Chiado ou Príncipe Real estão no centro das atenções dos turistas que chegam a Lisboa sobretudo em voos de baixo custo, dispostos a não gastar dinheiro em hotéis. O recurso a plataformas de reserva de casas como o Airbnb, Wimdu ou 9Flats é cada vez mais frequente e os lisboetas já compram e recuperam casas nos bairros históricos com um único objetivo: colocá-las no arrendamento local ou de curta duração.


Fonte: Expresso