quinta-feira, 16 de junho de 2016

C&W assessorou o Sierra Fund na transação de 2 centros comerciais regionais em Portugal e 1 em Espanha

A Cushman & Wakefield assessorou o Sierra Fund na venda de 3 centros comerciais regionais em Portugal e Espanha, a um veículo de investimento resultante de uma parceria estratégica entre a CBRE Global Investment Partners (“CBRE GIP”) e a Sonae Sierra.

Da transação fizeram parte o AlgarveShopping (44.791 m2), o Estação Viana (19.182 m2), ambos localizados em Portugal, e o Luz del Tajo (41.090 m2) em Espanha. Estes centros foram construídos entre 2001 e 2004 e apresentam uma oferta comercial diversificada de moda, restauração e lazer. Atualmente o portfólio está 96,7% comercializado.

No âmbito da parceria, a CBRE GIP assume uma posição maioritária nos centros, ficando a Sonae Sierra com uma participação minoritária e como parceiro responsável pela sua gestão operacional e pela gestão dos referidos centros comerciais.

João Lélis, fund manager da Sonae Sierra, “Esta transação é o reconhecimento da qualidade do portfólio gerido pela Sonae Sierra. Dá-nos também a confiança de que o mercado está ativo e sólido apelando aos investidores que procuram qualidade e sólidas estratégias comerciais para o futuro.”

Para David Lopes, associate e responsável pela área de retail capital markets da Cushman & Wakefield em Portugal, “A venda do AlgarveShopping e do Estação Viana foi a primeira operação estruturada em Portugal em muitos anos. Este negócio é uma referência no mercado e também a evidência do grande interesse da comunidade internacional em centros comerciais de elevada qualidade em Portugal”.

Segundo Rupert Lea, partner e diretor de retail capital markets da Cushman & Wakefield em Espanha, “A transação do Luz del Tajo foi muito importante por ter sido a primeira venda de um centro comercial regional nos últimos 12 meses. Mostra claramente que o mercado de centros comerciais em Espanha continua forte, motivado pelas expetativas dos investidores em futuras vendas e crescimento de rendas. Neste negócio, a Cushman & Wakefield vendeu não só o centro comercial, mas também o hipermercado, tornando-o 100% do mesmo proprietário, o que é único em Espanha.”




Fonte: Cushman & Wakefield