sexta-feira, 22 de julho de 2016

Fundos de investimento mobiliário caem em junho

O valor sob gestão dos organismos de investimento coletivo em valores mobiliários ascendeu a 8369 milhões de euros, em junho, o que se traduziu numa quebra de 2,4%, face ao mês anterior. As aplicações em ações foram aquelas que mais penalizaram os fundos de investimento mobiliário.

A EDP Renováveis foi o título que mais pesou nas carteiras dos fundos e o Luxemburgo continuou a ser o principal destino deste tipo de investimento. As sociedades gestoras com as maiores quotas de mercado foram a Caixagest e a BPI Gestão de Ativos.

Fonte: Vida Económica