sexta-feira, 1 de julho de 2016

Prestação da casa vai ter nova descida em Julho

Encargos mensais nos empréstimos de taxa variável baixam entre 0,5% e 2,7% nos contratos revistos em Julho. Mercado antecipa juros negativos até final de 2020.

Os portugueses com crédito à habitação entram no segundo semestre do ano com boas notícias para os seus bolsos. As famílias que vejam revistas as taxas de juro dos respectivos créditos à habitação em Julho vão sentir um novo alívio de encargos. O rumo descendente dos indexantes vai permitir cortes no valor da prestação entre um mínimo de 0,5% e um máximo de 2,7%.

Continuar a ler...

Fonte: DE