segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Finanças cortam nas rendas a particulares

O Estado tem espaços subaproveitados nas instalações dos seus vários ministérios e o das Finanças, localizado na Praça do Comércio, em Lisboa, não é exceção. Porém, paga rendas a privados na ordem dos €74,1 milhões anuais (números incluídos no relatório do 3º trimestre do SIIE-Sistema de Informação dos Imóveis do Estado para arrendamentos em todo o país).

Para resolver esta incoerência orçamental, o ministro das Finanças determinou por despacho que seja criada uma comissão “com a missão de avaliar e apresentar medidas concretas que promovam a utilização mais racional de todos os espaços do edifício-sede do Ministério das Finanças que, no seu âmbito, não excluam a possibilidade de alojamento de entidades públicas instaladas em edifícios arrendados pelo Estado”.


Fonte: Expresso