terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Analistas contrariam alerta do FMI para risco de nova “bolha” imobiliária

Os economistas do FMI realçaram este mês que está na hora de reforçar toda a vigilância sobre preços dos imóveis, que têm vindo a atingir valores pré-crise. O alerta surgiu depois de Portugal registar a 15.ª maior subida anual entre mais de 60 países analisados.

“Entre 2007-08, os preços dos imóveis colapsaram, marcando o início da crise. Agora, o índice de preços de habitação do FMI mostra que estamos quase de volta a preços pré-crise”, explicava o estudo do Fundo Monetário Internacional.


Fonte: SOL