terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Vilamoura World redesenha polémica «Cidade Lacustre»

Era um conceito errado, admitiu ao «barlavento» Juan Gómez-Vega, 39 anos, o novo CEO de Vilamoura World. A ideia de uma nova urbe de luxo sobre a água, com canais de navegação para os donos de iates poderem ancorar as embarcações à porta das vivendas e apartamentos, prometia atrair milionários de todo o mundo.

Aliás, a necessária rede de lagos e canais obteve o reconhecimento de interesse público por despacho governamental, em 1995. Mais tarde, o Plano de Urbanização da «Cidade Lacustre» de Vilamoura foi aprovado pela Assembleia Municipal de Loulé e ratificado pelo governo em 1999.


Fonte: Barlavento