segunda-feira, 27 de março de 2017

Semana da Reabilitação Urbana Lisboa 2017 começa hoje no Capitólio

A IV Semana da Reabilitação Urbana de Lisboa começa hoje, no cineteatro Capitólio, no Parque Mayer, decorrendo até ao próximo domingo, 2 de abril.

A sessão de abertura terá lugar às 15h00, com a presença do Primeiro Ministro, António Costa, e do Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, além do Presidente da Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário, Manuel Reis Campos. O evento é coorganizado pela Vida Imobiliária e pela Promevi, com os apoios da Câmara Municipal de Lisboa, da EGEAC e da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

Fica dado o pontapé de saída para a 4ª edição do evento que já se consolidou como o ponto de encontro crucial entre os poderes públicos e a iniciativa privada na área da reabilitação e que, até ao próximo domingo, promete uma agenda animada de eventos em torno da reabilitação urbana a pensar em todos os stakeholders nesta área, desde os habitantes e turistas da cidade, aos profissionais, académicos, entidades públicas e associações.

As propostas passam por um ciclo central de 9 conferências, workshops técnicos, um leilão de imóveis públicos, exposições, passeios e um atelier de arquitetura para crianças, tendo como palco central o renovado Capitólio, onde estarão ainda diversas empresas de forma permanente a apostar na interação com público e os seus clientes.

A entrega do V Prémio Nacional da Reabilitação Urbana, no antigo Museu dos Coches, a 29 de março, será um dos momentos marcantes da agenda do evento, que integra ainda os “Passeios da Semana da Reabilitação Urbana – A Santa Casa abre Portas”, iniciativa que prevê a realização de quatro passeios diários (de 29 de março a 1 de abril) e é uma coorganização com a Lisboa Autêntica.

Destaque ainda para o atelier lúdico para crianças Archikidz, a 2 de abril, e para o leilão de imóveis públicos detidos pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central e organizado pela Direção-Geral do Tesouro e Finanças, no dia 31, pelas 15h30, no Hotel Lisboa Plaza, junto ao Parque Mayer. Integra ainda a agenda de eventos paralelos, o ciclo de workshops promovidos pelo LNEC na sua sede (na avenida do Brasil), com sessões técnicas diárias, realizadas entre as 14h30 e as 17h30 dos dias 27 a 30 de março.

O ciclo central de conferências do evento reúne nesta edição cerca de 95 intervenientes de aproximadamente 60 empresas e entidades públicas e privadas, em torno dos temas que mais interessam à reabilitação urbana.

A conferência “Desafios de uma legislatura para a Reabilitação Urbana” é a primeira deste ciclo e sucede à sessão de abertura da Semana da Reabilitação Urbana, esta tarde, dia 27. Propõe um debate essencial para o setor, reunindo as Confederações da Construção & Imobiliário e do Turismo, a Ordem dos Arquitectos, a Ordem dos Engenheiros e a Câmara Municipal de Lisboa para refletir sobre os desafios que se colocam às cidades e às empresas da fileira da reabilitação urbana. Este primeiro dia encerra com o workshop promovido pela SECIL ao final da tarde sobre as soluções que disponibiliza para esta área. As sessões prosseguirão até sexta-feira, ao ritmo de duas por dia.

A Semana da Reabilitação Urbana Lisboa 2017 encerra com o já conhecido e muito concorrido atelier lúdico para crianças, Archikidz Lisboa. O dia 2 de abril será integralmente dedicado aos mais novos com esta festa-workshop gratuita que tem como objetivo aproximar a Arquitetura ao mundo das crianças.

A iniciativa está de volta para mais uma edição e convida crianças de 5 a 10 anos a participarem este ano na construção da “Casa do Futuro”. O desafio é pensar como era a casa no passado, como é no presente e como será no futuro, criando uma maquete com a orientação maioritária de profissionais de arquitetura.

A Semana da Reabilitação Urbana de Lisboa decorre de 27 de março a 2 de abril, no renovado cineteatro Capitólio e é de acesso gratuito. É coorganizada pela Vida Imobiliária e pela Promevi, recebendo desde a sua primeira edição na capital, o apoio da Câmara Municipal de Lisboa.

Fonte: VI